Você percebeu que estava na hora de abrir mão do tradicional e que o marketing digital é o caminho para reter clientes e fechar novos negócios. Então, agora é hora de gerar leads qualificados e passar contatos quentes para o time de vendas, certo? Certo! E aí, conte para nós: como anda a sua geração de leads?

Bom, se você chegou até este artigo, a gente presume que alguma coisa não anda bem… Mas, não tem problema! Uma das grandes vantagens do marketing digital é poder corrigir o que se precisa assim que o problema é detectado. E, às vezes, o que precisa ser consertado é simples, basta dar um passo para trás e rever algumas definições, como o seu perfil de cliente ideal, por exemplo.

Hoje, trouxemos alguns erros bem comuns entre aqueles que dizem que gerar leads qualificados é uma missão quase impossível. Você vai ver como a solução pode ser muito mais simples do que você pensa!

4 erros que estão te impedindo de gerar leads qualificados

Muitos acreditam que para gerar leads qualificados é preciso gastar uma fortuna em anúncios patrocinados ou em ações digitais, mas a resposta pode ser muito mais fácil ― e barata. A gente está falando de estratégia! Até porque de pouco adianta ter muito dinheiro para investir e nenhum direcionamento para seguir, não acha?

Confira agora os 4 erros mais comuns entre quem não consegue gerar leads qualificados.

1) Não definir o seu cliente ideal

É impossível se comunicar se você não sabe com quem se quer falar. Quer dizer, você pode até tentar, mas a gente te garante que você vai estar apenas gastando dinheiro e munição de vendas! O primeiro passo para gerar leads qualificados é saber quais leads são, realmente, qualificados para o seu negócio.

Por isso que montar o Perfil de Cliente Ideal é o primeiro passo a ser tomado se você quer gerar leads qualificados para o time de vendas.

2) Olhar apenas para o cargo do prospect

A gente já falou aqui que o LinkedIn Ads tem uma vantagem incrível na segmentação de público para os anúncios, que é a escolha de cargos específicos. Isso é ótimo, uma vez que você pode atingir justamente o tomador de decisão, mas aqui é preciso atenção: nem sempre o dono da empresa ou aquela pessoa no nível hierárquico mais alto é quem decide o que comprar ou não, sendo essa uma tarefa delegada a outro departamento, por exemplo.

3) Seu conteúdo não é planejado (ou relevante)

Se você trata suas redes sociais postando quando dá e o seu feed é um festival de ofertas, suas chances de gerar leads qualificados estão próximas de zero! Ter um calendário de postagens é fundamental para quem quer usar essas plataformas como uma forma de fechar mais negócios.

E-BOOK

Facebook para negócios locais

Um guia prático, com passo a passo, para negócios locais alcançarem mais clientes. Se você tem um negócio local, baixe agora gratuitamente este e-book.

Acesse aqui o e-book

Manter a regularidade faz com que a audiência se mantenha engajada (com a quantidade de informações que o seu prospect recebe por dia, é bem provável que um ou dois dias de ausência já faça ele esquecer da sua marca) e mostra para os algoritmos que a sua página é relevante, aumentando o seu alcance.

Mas, se você já posta com frequência e mesmo assim as redes sociais não têm ajudado a gerar leads qualificados, talvez o problema não esteja na quantidade, mas na qualidade.

Produzir materiais com conteúdo relevante, que ajudem a resolver as dores da sua persona  tem um papel importante no processo de compra ao educar o lead sobre o assunto, minimizando os esforços do time de vendas mais para frente. É o conteúdo que vai fazer com que um visitante se transforme em um lead qualificado.

4) Focar apenas no fundo de funil

É claro que o seu objetivo é a venda, mas tentar vender o tempo todo, a todo custo, pode ser um belo tiro no pé. Lembre-se: nem todos os seus leads estão prontos para comprar. Uma pessoa que apenas visitou o seu site não tem a mesma maturidade para compra que outra que já visitou o site, baixou um e-book e deixou seus dados para contato.

Então, não foque apenas no fundo do seu funil de vendas e distribua a produção de conteúdo entre as etapas do funil, considerando o número de leads e  nível de conhecimento sobre a sua empresa.

Como falamos acima, esses são apenas os erros mais comuns e muitos outros fatores podem estar atrapalhando a sua geração de leads. Se o seu cliente ideal está bem definido, o seu conteúdo segue as diretrizes das etapas do funil e suas redes sociais estão sendo nutridas com qualidade e constância, outros fatores como design, gatilhos mentais e call to action, por exemplo, devem ser observados.

Mas, se você quer fazer um raio-X das suas ações digitais e potencializar suas conversões, agende uma conversa com um dos especialistas da Tsuru. A gente sabe como te ajudar!

Campanha Renove-se 2019