Atualmente, ter uma loja virtual é extremamente necessário para quem deseja ampliar o alcance das ações de uma empresa. A democratização da informação promovida pela Internet facilitou, entre outras coisas, o acesso dos consumidores a marcas, seja lá qual for o porte.

Tais facilidades proporcionadas pelas Internet criaram em muita gente a falsa ilusão de que montar uma loja virtual não requer tantos cuidados. Embora as vantagens sejam inúmeras e o resultados sejam mais imediatos, ter um empreendimento online exige um trabalho cuidadoso, muito bem pensado e executado para que o negócio não apresente um desempenho frustrante ou muito aquém do esperado.

A fim de mostrar o que não deve ser desprezado, apresentamos abaixo alguns importantes passos para montar um e-commerce que atenda às expectativas de quem aposta no online para crescer. É o seu caso? Então veja o que você não pode ignorar para atingir esse objetivo.

E-BOOK

Aprenda a investir em Marketing Digital sem medo de errar!

Um guia básico com o passo a passo para pequenas e médias empresas atingirem e conquistarem clientes na internet.

Baixe aqui o e-book "Os primeiros passos para PMEs no Marketing Digital"

1 – Antes de tudo, planeje

O planejamento é, sem dúvida, a primeira coisa a ser pensada. Analise tudo: o público que a sua loja pretende atingir, o que ele busca, quais são os seus interesses, onde ele está, como a concorrência atua, e de posse dessas e de outras informações, monte a sua ação, ou seja, os caminhos mais adequados a seguir.

2 – Defina a plataforma

A escolha da plataforma é algo muito particular. Não é possível, por exemplo, apontar a melhor de todas sem saber exatamente onde você pretende chegar com o seu e-commerce. O que deve ser considerado é o tipo de trabalho que a marca deve realizar no ambiente online e as pretensões futuras que você, ainda na fase inicial, já idealizou. Lembre-se que se a sua loja tem potencial para crescer, não convém optar por uma plataforma que não ajuda a tornar isso viável.

3 – Desenvolva ações de marketing

Produzir um conteúdo de qualidade, marcar presença relevante nas redes sociais, investir nos anúncios do Google a fim de gerar tráfego para o site, aumentar a sua conversão e recorrer a ferramentas que ajudam a gerir o e-mail marketing, indispensável canal de vendas das lojas virtuais, são as principais ações de marketing. Não abra mão delas.

[Webinar]

Não deixe o seu marketing em quarentena. Saiba o que fazer!

Webinar sobre os desafios da quarentena para o mercado e ações práticas de marketing que você pode executar para diminuir os impactos da crise e te ajudar a passar por este momento.

Acesse aqui e assista agora

4 – Tenha um site seguro

Este é um ponto que deve ser muito valorizado, afinal de contas, você lida com a confiança de consumidores que, de um modo geral, ainda têm muito receio de ceder informações por temerem o destino delas nas transações online. Cabe a você oferecer um site seguro, garantir a proteção dos dados fornecidos no ato da compra e, consequentemente, ver as vendas na sua loja virtual aumentarem.

5 – Conheça bem seu produto ou serviço

Parece óbvio dizer isso, mas não é. O alerta é necessário porque falta preparo a algumas pessoas que montam uma loja virtual, não se preocupam em conhecer bem o que comercializam e acabam se perdendo na hora de esclarecer as dúvidas mais específicas dos consumidores. Outro cuidado muitas vezes ignorado diz respeito à escolha desse produto ou serviço. Há, por exemplo, quem opte por algo da moda, mas que não oferece garantia de continuidade e há quem não leva em consideração os nichos que valem a pena ser explorados.

6 – Logística, troca e devolução eficazes

Os três pontos acima também impactam diretamente na confiança do consumidor. Demoras nas entregas, informações imprecisas, produtos errados e dificuldade para realizar trocas e devoluções são alguns dos motivos que minam a paciência dos clientes e fazem com que eles desistam de uma loja virtual. Evite tudo isso e mande para bem longe o fantasma da experiência negativa de compra.

7 – Qual é a melhor forma de pagamento?

meios de pagamentos online

A resposta para esta pergunta depende da estrutura da sua empresa. É lógico que quanto mais formas de pagamento a sua loja virtual puder oferecer, melhor, mas para isso, você precisa saber se ela suporta administrar todas elas. Em todo o caso, opte sempre por aqueles que ofereçam segurança e praticidade ao consumidor.

As dicas não param por aí. Muitas outras coisas precisam ser levadas em consideração por quem quer ter uma loja virtual de sucesso. Se você não quer cometer erros, entre em contato conosco para que possamos mostrar mais detalhadamente estes e outros passos.

E-book: Facebook para negócios locais