Se a sua empresa já desenvolve um trabalho bacana no Facebook e no Twitter, que tal dar um novo passo? Investir em outras redes sociais que, assim como as citadas também têm forte apelo popular, é uma boa escolha.

O Instagram, que em 2012 foi comprado pelo Facebook por US$ 1 bilhão, tem se destacado. O serviço de compartilhamento de imagens e vídeos conquistou fãs em todo o mundo, conta atualmente com 150 milhões de usuários ativos e tem registrado uma crescente participação de empresas.

Recentemente, a Unruly, empresa especializada em estudos sobre vídeos virais, apresentou um dado interessante: dos 1.000 vídeos compartilhados na rede social de 9 de setembro a 9 de outubro deste ano, 40% vieram de empresas. Se a sua não faz parte desta estatística, talvez agora seja a hora de considerar a criação de um perfil…

Um relatório da TrackMaven apresentou alguns dados sobre o Instagram que devem ser levados em conta por empresas que já têm perfis na rede social ou que pretendem ingressar nela. Confira os resultados:

hourly-picture-posting_1

O horário comercial é, disparado, o de maior movimentação. Neste primeiro gráfico, podemos notar que o intervalo que vai de 14 às 15h é, de um modo geral, o que mais se destaca. Apesar disso, não convém concentrar todas as postagens somente nesses horários de pico. Lançá-las fora deles pode ser também uma alternativa muito interessante para a sua empresa. Vale a pena experimentar.

picture-effectiveness-2

O gráfico acima mostra por que não é necessário se prender apenas ao horário comercial. Além disso, mostra também que o período da noite e os fins de semana não devem ser desprezados. Na imagem, vemos que o número de interações nas postagens noturnas é pouco menor que o do horário comercial. Nos fins de semana também. O fato é que não há uma regra. Cabe a você perceber os melhores horários para o seu negócio, além de quando e com que frequência o seu público acessa o Instagram. O sucesso da ação, é claro, vai depender também do tipo de produto que a sua empresa trabalha.

 videoeffective-3

[Webinar Gratuito]

Estratégias digitais para negócios B2B enfrentarem a crise.

Neste webinar gratuito gravado em uma participação da SMV Brasil, Vitor Guerson, CEO da Tsuru, esclarece como negócios B2B podem extrair bons frutos de estratégias de marketing digital nesse momento de crise mundial.

Acesse aqui e assista agora

Subir vídeos no Instagram é algo ainda muito recente. A funcionalidade foi muito bem recebida e tem sido muito adotada por empresas, conforme dissemos no começo deste post. Uma curiosidade precisa ser dita. Antes disso, analise o gráfico acima. Percebeu que os vídeos são mais vistos nos horários que sucedem o comercial, isto é, fora do de trabalho? Uma das explicações para isso é o fato de este tipo de conteúdo contar com elementos sonoros que podem ser inconvenientes durante o expediente.

hashtags-4

No que diz respeito à segmentação de conteúdo, o uso de hashtags é extremamente facilitador. Além de reunir pessoas com o mesmo interesse, o impacto das postagens com 5, 4 e 6 delas, respectivamente, geram mais interações, conforme você pode ver logo acima. Vale lembrar que a escolha das palavras que serão transformadas em hashtags deve ser criteriosa. Identifique aquelas que mais têm a ver com o seu negócio, que sejam de fácil comunicação e que motivem o público a adotá-las também.

Última dica: amplie o alcance das ações da sua empresa no Instagram através do compartilhamento de imagens e vídeos no Twitter e no Facebook, por exemplo.

Quer saber melhor como o Instagram pode ser útil para a sua empresa? Entre em contato com a agência Tsuru!