Trabalhar com tecnologia é encontrar pessoas que nem sempre compreendem a sua área de atuação. Mas, para que sua SaaS gere resultados, o primeiro passo é ter certeza de que o seu público-alvo entenda o seu negócio. E é aqui que oferecer materiais ricos para a geração de leads faz toda a diferença. 

Neste artigo, você descobrirá o que é esse tipo de estratégia, como ela pode ajudar empresas SaaS e alguns exemplos para colocar em prática. Boa leitura! 

Materiais ricos: o que são e como eles podem ajudar empresas SaaS? 

Conforme analisamos resultados de comunicação, percebemos que a quantidade de pessoas atraídas é sempre maior do que de conversões. Isso porque o funil de vendas tem a intenção de segmentar o público, oferecendo a sua solução apenas para quem está preparado para ela. E, acredite, não é todo mundo que já chegou nessa etapa. 

Segundo Chet Holmes, apenas 3% do mercado está pronto para comprar alguma coisa. Logo, é preciso construir um relacionamento prévio com o restante. Afinal, eles podem se interessar pelo seu software no futuro. Dessa forma, uma boa estratégia precisa contar com materiais ricos. 

A partir deles, você consegue educar as pessoas sobre o seu produto, negócio e mercado. Diferentemente dos artigos de blogs, a proposta aqui é ir a fundo em determinado assunto, informando o consumidor por completo. Para um iniciante, por exemplo, você pode abordar o que são empresas SaaS, como elas ajudam, ganhos em escalabilidade e outros tópicos. Entre as vantagens dessa prática temos:

  • o fortalecimento do planejamento de marketing de conteúdo;
  • a construção do engajamento com o público;
  • o crescimento da autoridade da marca;
  • a melhora do processo de conversão;
  • o aumento da geração de leads

Quais são os exemplos de materiais ricos? 

Por terem esse perfil mais explicativo, os materiais ricos são maiores do que os posts. O tema escolhido é explorado amplamente, mesmo que o conteúdo fique grande. A ideia é levar ao leitor um aprendizado em maior nível. Na área de SaaS, isso é muito importante. Apesar de 99% dos negócios já utilizarem essa tecnologia, nem todos sabem o que ela é. 

Assim, existem diferentes formatos de conteúdo que podem explicar sobre isso na sua geração de leads. Entre os mais populares temos e-books, podcasts, infográficos e muito mais. Confira abaixo uma lista de iscas para atrair e transmitir conhecimento aos seus possíveis clientes.

  1. E-book 

Os e-books são os materiais ricos mais conhecidos. Eles são livros digitais que funcionam como guias completos sobre um tema. São divididos em introdução, desenvolvimento e conclusão, podendo ter seções nos capítulos. Normalmente, o público chega até eles por meio de landing pages ou e-mails onde deixam seu contato. 

Assim como o SEO é utilizado em blogs para a geração de leads, ele também é fundamental aqui para melhorar a experiência do leitor. Já no layout, ilustrações, imagens e uma boa diagramação são essenciais para não tornar o conteúdo maçante. Por fim, também pode haver um CTA que leve para a próxima etapa do funil de vendas. 

  1. Infográfico

Você sabia que o cérebro humano processa imagens até 60 mil vezes mais rápido do que textos? Por isso, os infográficos são ótimos para transmitir informações. Visuais, eles são focados em esquematizar o conteúdo de forma lúdica e didática. Assim, são ideais para quem não tem tempo para ler algo mais extenso.

[Webinar]

Não deixe o seu marketing em quarentena. Saiba o que fazer!

Webinar sobre os desafios da quarentena para o mercado e ações práticas de marketing que você pode executar para diminuir os impactos da crise e te ajudar a passar por este momento.

Acesse aqui e assista agora

Materiais ricos desse tipo reúnem texto, fotos, ilustrações, ícones e até GIFS. Eles são usados para complementar blogposts, mas também podem ser baixados. Seu formato tem um potencial viral maior do que outros, pois é mais resumido e fácil de ser compartilhado.  

  1. Webinars 

Webinars são aulas, cursos ou palestras oferecidas online em vídeo. Neles, o conteúdo é apresentado de maneira mais condensada e objetiva. Porém, com o mesmo aprofundamento de outros formatos da geração de leads. Desse jeito, eles podem ser gravados ou ao vivo, sendo que, nesse último, é interessante aproveitar para tirar dúvidas dos participantes.

Transmitidos por meio de plataformas de streaming, os webinars se moldam ao tempo do público. Esse fator é extremamente atrativo em rotinas agitadas. Além de eliminarem a necessidade de deslocamento, eles trazem mais proximidade e engajamento.

  1. Podcast 

Da mesma forma que o rádio, o podcast reúne programas de áudio sobre os mais diversos temas. Entretanto, aqui eles são gravados e disponibilizados na internet para serem consumidos a qualquer tempo, em diversos dispositivos. É uma ótima estratégia para empresas SaaS, pois permite que o prospect ouça enquanto executa outras tarefas. 

Para lançar um podcast, basta um microfone, uma pauta completa e programas para edição. Depois de pronto, o conteúdo pode ser hospedado em aplicativos de streaming musical. E, se você acha que essa é uma tendência passageira, saiba que cerca de 40% dos usuários de internet do país utiliza materiais assim. Isso mostra que esse é um mercado que tem se fortalecido cada vez mais no Brasil. 

  1. Ferramentas úteis 

A melhor forma de ser lembrado pelo possível cliente é sendo útil. Portanto, as ferramentas são materiais que ele considera valiosos na rotina, disponibilizados gratuitamente. Um tipo comum de oferta são as planilhas de controle financeiro. Mas o sucesso da escolha dependerá das necessidades do público que você almeja atingir. 

Se o seu software é um ERP, por exemplo, uma agenda eletrônica pode fazer sentido na realidade dos gestores. Páginas de simulação e avaliação, templates de análises, matrizes e outras ferramentas também são muito populares.

Como você pôde ler neste artigo, há muito o que pode ser feito na geração de leads das empresa SaaS. Independentemente dos materiais ricos escolhidos, lembre-se de apurar informações e dados para que eles comuniquem sempre de maneira confiável. Já que você se interessa por conteúdo, que tal aprender mais sobre o universo dos blogs? Descubra como essa estratégia auxilia nos resultados do marketing de negócios tecnológicos.