Se para quem agora nos lê não é necessário se render ao mundo digital e às inúmeras vantagens que a Internet proporciona, este artigo foi feito para você. Agora se a sua empresa até marca presença no ambiente online, mas pouco se esforça para fazer a diferença, conquistar um público maior e se fortalecer no mercado, nosso papo é com você também.

Não tem jeito. A Internet não foi uma moda passageira. Ela veio para ficar. Ao longo dos últimos anos, as ações online têm mostrado a sua força e têm sido grandes aliadas das empresas que entendem que para se manter e, sobretudo, crescer no mercado, é preciso ter uma atuação ativa nesse cenário. Mais do que perder espaço para a concorrência, não estar na Internet é, para grande parte do público, a mesma coisa que não existir. Melhor dizendo, é ter uma presença inexpressiva, de baixo impacto, o que, na prática, dá no mesmo.

Mais do que perder espaço para a concorrência, não estar na Internet é, para grande parte do público, a mesma coisa que não existir. Melhor dizendo, é ter uma presença inexpressiva, de baixo impacto, o que, na prática, dá no mesmo.

Alguns dos empresários que, curiosamente, ainda resistem à força do digital usam um mesmo argumento: seus clientes não estão na Internet. Será mesmo possível que, no mundo de hoje, num mundo cada vez mais conectado, empresas e público pouco se preocupem com o online? Pouco provável. Ainda que haja uma resistência aqui, outra ali, não se render à Internet está longe de ser uma atitude positiva para um negócio. Por mais offline que uma empresa se autodefina, seu público invariavelmente também é online. Além disso, não é necessário abrir mão de um em detrimento do outro. O online e o offline podem perfeitamente atuar paralelamente. Por que, então, não estabelecer com o público um contato em todas as frentes, em todos os meios de comunicação, sobretudo naqueles cuja velocidade e eficácia são inquestionáveis? É bom pensar nesse aspecto.

No caso de o público ter um perfil mais conservador, isto é, de ser mais avesso às inovações tecnológicas, vale lembrar que mesmo assim, de uma maneira ou de outra, ele será atingido pelo que a sua empresa publica nos meios digitais. Hoje, estar na Internet não depende exclusivamente de vontade, interesse, afinidade ou coisa que valha. Estar na Internet é uma realidade da qual não há como fugir.

[Webinar]

Não deixe o seu marketing em quarentena. Saiba o que fazer!

Webinar sobre os desafios da quarentena para o mercado e ações práticas de marketing que você pode executar para diminuir os impactos da crise e te ajudar a passar por este momento.

Acesse aqui e assista agora

Hoje, estar na Internet não depende exclusivamente de vontade, interesse, afinidade ou coisa que valha. Estar na Internet é uma realidade da qual não há como fugir.

Há dois anos, já havíamos falado aqui, no nosso blog, sobre essa resistência de alguns empresários (leia o artigo Não está na Internet? Você está fazendo isso errado…). De lá para cá, certamente, muita gente sentiu no bolso o peso de desprezar a força do online e passou a ver com bons olhos iniciativas do gênero. Há, portanto, quem se justifique dizendo que o retorno obtido se mantendo única e exclusivamente offline seja satisfatório. Por que não aumentar ainda mais essa margem de lucro e falar com um público ainda maior? Planejamento e estratégias são elementos que toda e qualquer empresa deve se considerar. Com cautela, visão de mercado, análise da concorrência e uma equipe competente, tudo isso é possível. Basta querer.

Queremos apresentar para você mais razões para que a sua empresa dialogue com o público também na Internet. Para isso, clique aqui em fale conosco. Agora se você é do tipo mais resistente, que prefere estabelecer outro tipo de contato conosco, a Tsuru se coloca à disposição também por telefone, afinal de contas, toda forma de comunicação é válida. As vintage, inclusive.