Antes de qualquer coisa, segue um dado relevante e que tem tudo a ver com o que falaremos a seguir: segundo o IBGE, 45% da população brasileira, algo em torno de 92 milhões de pessoas, acessa, mensalmente, o Facebook. Desse total, 77 milhões usam os dispositivos móveis para acessar a rede social, muitas delas da Classe C. Este estudo é do último trimestre de 2014.

Dados do Facebook no Brasil

Lembrança, reconhecimento e motivação de compra

Segundo uma análise da Nielsen, que mediu o impacto que esse tipo de conteúdo tem em campanhas na rede de Mark Zuckerberg, a lembrança do anúncio, o reconhecimento da marca e a motivação para a compra foram os aspectos estudados e que mostram o bom desempenho dos vídeos. Foi considerado, portanto, o tempo de permanência no vídeo, isto é, a média de pessoas que o assistiram até o fim e a de pessoas que desistiram no meio do caminho. O resultado é interessante: independente de terem ou não assistido, os três aspectos citados anteriormente se fazem presentes e, devido à impressão causada, as pessoas são impactadas por ele. Vale ressaltar que lembrança, reconhecimento e motivação aumentam à medida que as pessoas vão além dos segundos iniciais de um vídeo.

anúncios em video no facebook

Qual é a relação disso com vídeos no Facebook?

Se, no Facebook, um vídeo impacta as pessoas independente de elas terem assistido apenas dois segundos ou o conteúdo inteiro, por que não investir mais nisso? Por que não concentrar esforços e produzir vídeos com melhor qualidade e melhor apelo a fim de gerar curiosidade, de modo que isso se transforme em vendas lá na frente? Este é o papel e o desafio dos profissionais de marketing à frente de campanhas online. Cabe a eles aproveitar o crescente número de acessos ao Facebook, sem esquecer da força dos dispositivos móveis, e adotar práticas que façam com que as pessoas se aproximem  das marcas, desenvolvam algum tipo de identificação e passem a ter mais interesse em consumir o que elas comercializam.

[Webinar Gratuito]

Estratégias digitais para negócios B2B enfrentarem a crise.

Neste webinar gratuito gravado em uma participação da SMV Brasil, Vitor Guerson, CEO da Tsuru, esclarece como negócios B2B podem extrair bons frutos de estratégias de marketing digital nesse momento de crise mundial.

Acesse aqui e assista agora

Engana-se quem pensa que produzir um vídeo e lançá-lo na página do Facebook é perda de tempo e de dinheiro. Se poucos segundos bastam para que o público se recorde de sua marca, que tal analisar o comportamento dele, descobrir quais são os seus interesses e o que ele quer ver na Internet? Assim, quem sabe, ele pode se interessar em assistir não apenas o começo, mas todo o conteúdo. Daí para a etapa da compra é um pulo.

É claro que ninguém faz um vídeo para uma marca e espera que a sua exibição seja interrompida muito antes do segundo final, mas vale ter a certeza de uma coisa: com maior ou menor tempo de visualização, eles geram valor para uma campanha de qualquer maneira, sobretudo no Facebook, cujos acessos crescem a cada dia. O desafio é aumentar esse tempo de permanência. Quanto maior ele for, maior será a lembrança e o reconhecimento da marca e, consequentemente, a intenção de compra.

Se você quer produzir vídeos para a página da sua marca, no Facebook, a fim de aproveitar o potencial da rede, fale conosco! Você verá como este tipo de conteúdo fará de sua empresa mais conhecida e sentirá isso no consequente aumento de suas vendas online.

Campanha Planejamento 2021